A fotografia post-mortem não é mais comum, mas na era Vitoriana, era muito popular. Tirar fotos de indivíduos recentemente falecidos era uma maneira de manter vivas as suas memórias. 


Como tirar uma foto levava vários segundos, não era incomum que o falecido fosse a única pessoa em foco. 


Uploading...

Muitas vezes os familiares seguravam a cabeça dos parentes falecidos ao posar para a foto.

Uploading...

Os fotógrafos mais experientes tinham truques para dar mais vida às pessoas nas fotos. Neste exemplo, é difícil dizer qual das duas é a falecida.

Uploading...

Está vendo a onda na cortina atrás de sua cabeça? Provavelmente há alguém segurando sua cabeça escondido atrás dela.

Uploading...


Ver estes modelos sem vida é perturbador.

Uploading...

Minha imaginação vai longe ao pensar na estória desta pobre noiva.

Uploading...

Este fotógrafo teve a brilhante ideia de fazer com que este falecido sustentasse a própria cabeça, como se estivesse refletindo sobre algo.

Uploading...

Esta foto é arrasadora. Esta pobre garota teve que crescer sem sua irmã.

Uploading...

Você consegue imaginar como seria posar ao lado de seu irmão falecido? Eu não consigo pensar como seria.

Uploading...



Uploading...

Como na primeira foto, é possível ver que a falecida não moveu-se enquanto a foto era registrada.

Uploading...

Esta foto em particular é bem assustadora. O fotógrafo teve a ideia de tentar pintar os olhos da garota para dar mais vida. O efeito é... perturbador.

Uploading...

Não consigo imaginar a dor que estes pais tiveram que sofrer ao posar com seu filho falecido. Se eu tivesse que passar por isso, não conseguiria controlar as lágrimas.

Uploading...
Tumblr

Uploading...
Uploading...
Uploading...

A maioria de nós não faz ideia do quanto isso deve ser difícil, mas vocês precisam entender que, nesta época, esta era uma maneira de celebrar a vida dos falecidos. Hoje isso pode parecer "sinistro", mas a realidade é que estes pais tiveram enorme coragem ao encarar esta situação.
Anúncio
Estas imagens podem ser ser difíceis de ver, mas não podemos negar que são poderosas.