A tensão é palpável nas ruas da cidade de Ferguson, no estado americano de Missouri, enquanto a população aguarda ansiosa pela decisão do grande juri sobre o caso Michael Brown. A cidade está descontente desde agosto, quando o adolescente negro de 18 anos, que estava desarmado, recebeu um disparo e foi morto por um policial branco.

Anúncio
O governador Jay Nixon declarou estado de emergência no Missouri na última segunda-feira, o que acarretou no envio de 100 agentes do FBI à região de St. Louis. Membros da Missouri National Guard também foram enviados a St. Louis para evitar uma possível reação violenta do povo ao resultado do grande juri de Ferguson, visto que o dia da decisão está chegando.

Muitas pessoas estão preocupadas que a presença da guarda nacional vai simplesmente provocar o povo, mas o prefeito da cidade de St. Louis garante que eles foram enviados para lá para garantir a segurança das pessoas e dos negócios locais.


Alguns empresários resolveram por a mão na massa, colocando placas de madeira nas vitrines enquanto aguardam pela decisão do juri, que deve ser anunciada no final de novembro.
 


O juri decidirá se vai ou não acusar Darren Wilson, o policial que atirou e matou Brown, de assassinato.